Numero 348

 

Image

Bem, lá se foram as eleições na maior parte do país. Não vou discutir o que aconteceu nos demais estados, foge à minha competência. Mas me atrevo a comentar algumas coisas daqui de BH.

  1. 8 candidatos a vereador receberam apenas UM voto. 21 candidatos a vereador receberam ZERO votos! Minha questão para os leitores e leitoras: tirando o aspecto por demais cômico e surreal, há algum significado mais importante nesses números?
  2. A vitória de Márcio Lacerda, já no primeiro turno, não deve ser considerada algo inusitado. Publicidade milionária ao longo do primeiro mandato, o apoio de Aécio Neves e a visibilidade das obras voltadas para a copa do mundo, fizeram com que ele fosse apontado como um dos melhores prefeitos do país. A imprensa mineira, claro, totalmente do lado dele. Estar com Lacerda é estar com Aécio. Só o Fernando Pimentel não foi capaz de enxergar isso, ao entregar, de mão beijada, a prefeitura da capital para o secretário do Aécio, em nome de uma “new politic”. O resultado está ai: Aécio se fortalece na capital mineira em suas pretensões de chegar à presidência em 2014. O Partido dos Trabalhadores deve agradecer, penhorado, ao Pimentel.
  3. Claro que as pretensões de Aécio encontraram um complicador na capital paulista. Ele devia estar torcendo para o Russomano e o Haddad passarem para o segundo turno, pois isso eliminaria de vez o Serra de seu caminho. Não é atoa que ontem, Aécio já estava cobrando do PSDB a definição de quem será o candidato à presidência. Se o Serra ganhar, ele terá fôlego para, daqui a dois anos, largar a prefeitura de São Paulo de novo e tentar ser – de novo! – o candidato tucano.
  4. A briga vai ser boa. Aguardemos!

Image

ARTIGOS COMPLETOS

 

 Salário dos professores (publicado no blog da KikaCastro)

Texto escrito por José de Souza Castro:

Muito interessante o texto assinado por Jamil Chade, de Genebra, publicado pelo “Jornal da Tarde” de 5 de outubro, sob o título “Professor brasileiro é dos mais mal pagos do mundo”. Instrutivos também os comentários publicados pelo site do jornal. Em resumo, Chade informa o seguinte:

– Em 2011, economistas do banco suíço UBS constataram que professores do Ensino Fundamental em São Paulo ganham em média US$ 10,6 mil por ano, ou 10% de um colega de Zurique, que recebe em média US$ 104,6 mil por ano.

– São Paulo paga pior, por exemplo, que Nairobi (Quênia), Lima (Peru), Mumbai (Índia) e Cairo (Egito). Em praticamente toda a Europa, nos Estados Unidos e no Japão, os salários são pelo menos cinco vezes superiores aos do professor do Ensino Fundamental em São Paulo.

– A Organização Internacional do Trabalho (OIT) alerta que em vários países emergentes a profissão de professor está sob forte ameaça por causa dos salários baixos. Ela não consegue atrair pessoas qualificadas e como consequência, é baixo o nível do sistema de ensino, embora a educação devesse ser vista por governos como um dos pilares do crescimento econômico.

– Estudo liderado pela OIT e Unesco revelou que, numa lista de 38 países, docentes que começam a carreira no Brasil só ganham mais que os colegas do Peru e da Indonésia. O salário anual médio de um professor em início de carreira no Brasil é de apenas US$ 4,8 mil, contra US$ 30 mil na Alemanha.

– Segundo o Banco Mundial, o PIB per capita no Brasil chegou a US$ 11,6 mil por ano em 2011. Ou mil dólares mais que a renda média do professor do Ensino Fundamental.

– A OCDE, no entanto, informa que professores do Ensino Fundamental em países desenvolvidos recebem em média por ano uma renda 17% superior ao salário médio de seus países, como forma de incentivar a profissão. Na Coreia do Sul, uma das economias mais dinâmicas do mundo, os salários médios de professores desse nível são 121% superiores à média nacional.

 

A mercantilização do homem

 

            A história da humanidade está repleta de fatos que evidenciam a prática de escravização de certos segmentos sociais e etnias consideradas inferiores. Os africanos e os indígenas eram capturados e negociados como mercadoria, na mesma condição de animais de carga. A prostituição tanto masculina quanto feminina é uma das muitas formas de mercadejar a própria pessoa humana.  Mas o humanismo, a duras penas, vem conquistando espaço. Hoje, para a parte mais esclarecida da sociedade, a prática do usar e do abuso de seres humanos, bem como de animais é repugnante.

            Em setembro de 2012 o jornalista Eduardo Graça entrevistou em Harvard o Dr. Michael Sandel, o cientista social e filósofo mais respeitado no mundo atual. (Carta Capital n. 717) Basta dizer que seus livros batem recordes de venda nos EUA e na China. O seu livro “O que o dinheiro não compra” já é o mais vendido de 2012. Para Sandel a era iniciada por Margareth Thatcher e Ronald Reagan já não é somente uma economia de mercado, mas transformada em uma sociedade de mercado. Nos EUA o Estado paga crianças para ler livros em escolas públicas. Pessoas tatuam na testa o símbolo de determinadas marcas e se transformam em propagandas ambulantes. As vestes e os calçados são estampados com propaganda. Tudo está à venda, inclusive a democracia. Sandel faz referência à chamada decisão Citizen United, da suprema corte, na qual o judiciário colocou a democracia à venda, ao acabar com as restrições às contribuições privadas às campanhas eleitorais. Se há valores que o dinheiro não poderia e não deveria comprar, na cabeça da lista deveriam estar as instituições democráticas. Quando se permite corporações controlar e comprar campanhas eleitorais e serem efetivamente donas das candidaturas, a democracia entrou na categoria do “tudo está perdido”. Esse é um exemplo gritante do quão corrosivo os mercados podem ser para a vida democrática.

            Para Sandel, um dos grandes desafios para o mundo ocidental é o de traduzir crescimento econômico em segurança social, que possa de fato afetar a vida dos que vivem na base da pirâmide social. Os benefícios do crescimento econômico reforçam a acumulação no topo da pirâmide, em prejuízo dos mais necessitados. O que é mais grave em toda essa situação é que as grandes empresas e os cidadãos detentores do poder político e das maiores fortunas impedem um debate sério sobre ética e mercado.

           

            Antônio de Paiva Moura – Belo Horizonte.

 

 

VALE A PENA LER

Eisenstein e o Cinema Soviético (III)

ALEXANDER MARTINS VIANNA

Nos dois ensaios anteriores, abordei a ambiência político-institucional na URSS de surgimento do cinema mudo de Sergei Eisenstein (1898-1948) e a sua transição para a fase sonora, considerando também as suas implicações estético-sociais e políticas em face da stalinização do projeto revolucionário bolchevique. Neste ensaio, pretendo analisar as formas e os sentidos do filme “Encouraçado Potemkin” (1925), sistematizando as ponderações de Eisenstein sobre o mesmo que aparecem dispersas em seus vários ensaios de reflexões sobre o cinema… LEIA NA ÍNTEGRA: http://espacoacademico.wordpress.com/2012/10/03/eisenstein-e-o-cinema-sovietico-iii/ 

 

Leia no WWW.outraspalavras.net:

Para desvendar as novas formas de Política
Pesquisadora da Escola do Futuro provoca: juventude é engajada, solidária e generosa; Educação é que parou na era industrial. Entrevista de Drica Guzzi a Jô Húngaro, na série Outra Política

O porquê do ódio a Chávez
Ele cumpriu promessa de governar para maiorias e mostrou que História não tinha terminado. Por isso (não por seus erros) oligarquias o detestam… Por Ignacio Ramonet e Jean-Luc Melenchon 

Coreias: do conflito a uma possível confederação
Eleições no Sul podem desencadear processo de entendimento que criaria grande polo geopolítico – e reforçaria emergência das antigas “periferias”. Por Immanuel Wallerstein

Mensalão”, hipocrisia e corrupção preservada

STF e mídia fingem resgatar ética, mas mantêm intactos mecanismos que subordinam candidatos ao dinheiro e interesse de grandes empresas. Por Ladislau Dowbor, em Carta Maior

 

Para que a escola não atrase o século 21

Grupo internacional pesquisa alternativas para adaptar educação às novas dinâmicas da vida. Entre exemplos, experiência sueca em que alunos desenvolvem, com ajuda de tutores, planos de estudo adequados a suas paixões e afinidades. No Porvir

 

Os dois motivos que podem levar à independência catalã

Precariamente acomodada no Estado espanhol há três décadas, região é vítima, agora, dos cortes de direitos exigidos pela “troika”. Possível secessão revela grau de irresponsabilidade a que chegaram dirigentes europeus. Por José Manuel Pureza, no Esquerda.net

A vitória de Chávez e seus significados
Oposição reconhece caráter democrático das eleições. Resultado referenda projeto do presidente, porém com ressalvas. Futuro parece depender de criatividade política. Por Antonio Martins

Os temas que Romney e Obama evitam: desastre ambiental e guerra nuclear
Agora que o espetáculo da eleição presidencial nos EUA está chegando ao ápice, é útil perguntar como as campanhas políticas estão abordando os temas mais cruciais que enfrentamos. A resposta é singela: estão abordando mal ou não estão, simplesmente. Esses são dois temas de suma importância, porque o destino das espécies está em jogo: desastre ambiental e guerra nuclear. O que podemos fazer a respeito? O artigo é de Noam Chomsky.

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=21039&boletim_id=1404&componente_id=23477

 

 

INFORMAÇÕES

  1. Biblioteca comunitária.

No dia 10 de novembro, sábado, será inaugurada a Biblioteca Comunitária Miguel Burnier, num distrito de Ouro Preto. Esse equipamento cultural funcionava como estação ferroviária e estava bastante degradado. Graças à comunidade, ao Ministério Público Estadual e aos ferroviaristas, ele foi reformado e, como nunca mais cumprirá a sua missão inicial, volta à atividade fomentando o incentivo à leitura e à cultura.

Contatei algumas editoras e instituições para obter doações de livros para a Biblioteca e a resposta foi bastante satisfatória. Nesse empenho, contei com dedicada colaboração da Eliana Santanna e do Ricardo Faria. A eles, meus sinceros agradecimentos.

Haverá uma grande programação cultural nos dias 10 e 11 e, como simpatizante da causa e escritora, estarei lá. Quero convidá-los para o evento.

 

  1. 2.       Novo livro

O novo título acadêmico da Balão Editorial foi lançado no dia 04 de outubro, durante o Seminário A Censura em Debate. Tendo como tema a pesquisa sobre a censura nas Artes, principalmente no Teatro, o livro Seminários sobre Censura – Núcleo de Pesquisa em Comunicação e Censura (NPCC/ECA/USP), organizado pela Profa. Dra. Cristina Costa, com apoio Fapesp, é uma coletânea de ensaios produzidos a partir das diferentes atividades do Núcleo de Pesquisas em Comunicação e Censura (NPCC) – seminários internos, seminários abertos ao público e participação em congressos.

 O NPCC reúne pesquisadores nos mais diversos níveis acadêmicos, de alunos de pré-iniciação científica até pós-doutorandos. Ele iniciou suas atividades em torno dos processos de censura teatral pertencentes ao antigo Departamento de Diversões Públicas do Estado de São Paulo, reunidos no Arquivo Miroel Silveira, alocado na ECA/USP. Iniciadas em 2002, as pesquisas avançaram além do período coberto pelo arquivo – de 1930 a 1970 – e hoje se direcionam a outras formas de controle da produção cultural brasileira.

A publicação é resultado desse esforço de pesquisa e de interpretação dos mecanismos censórios empregados ao longo da história, analisando suas várias dimensões e impactos na sociedade e na cultura.

 O livro traz também artigos produzidos especialmente para a publicação, com o intuito de expandir o debate, alinhado com o propósito da obra, que é levar ao público as diferentes dimensões da pesquisa em torno da censura e tornar públicas as memórias que estão sendo recuperadas.

Obra: Seminários sobre censura – Autor: Cristina Costa (org.)

 Nº de páginas: 304 – Preço sugerido: R$ 40,00

  1. Videos

Dois vídeos interessantes, sobre a escola e a criatividade.

Vejam aqui:

Esta e em 2006:

http://www.ted.com/talks/ken_robinson_says_schools_kill_creativity.html

e a continuação em 2010…. veja na ordem….

http://www.ted.com/talks/sir_ken_robinson_bring_on_the_revolution.html

Logo abaixo da tela, você encontra um retângulo que permite escolher a língua para as legendas.

CAFÉ HISTORIA

 

 

MURAL DO HISTORIADOR: HISTÓRIA DO CÂNCER NO BRASIL 

 

Em 2007, a Casa de Oswaldo Cruz deu início aos estudos sobre o câncer a partir de um projeto em parceria com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca). A iniciativa culminou com a produção do livro “De doença desconhecida a problema de saúde pública: o INCA e o controle do câncer no Brasil”, em comemoração aos 70 anos de criação do Instituto. Confira a publicação e leia mais sobre o projeto. [Leia mais]

 

CAFÉ EXPRESSO NOTÍCIAS:  NOTA DA ANPUH SOBRE CRÍTICA DA VEJA A HOBSBAWM

 

A Associação Nacional de História publicou uma nota de repúdio a matéria da revista Veja sobre o historiador Eric Hobsbawm, falecido no início do mês. Segundo a ANPUH, Veja teria reduzido o historiador a um “idiota moral”. Confira a resposta da ANPUH na íntegra. [Leia mais]

 

CINE HISTÓRIA: COSMÓPOLIS

 

Está em cartaz nos cinemas brasileiros o novo filme do diretor David Cronenberg, “Comsmópolis”. O livro é baseado em livro do mesmo nome, do celebrado escritor Don DeLillo. [Leia mais]

 

DOCUMENTO HISTÓRICO: CARTAZ DA CAMPANHA DO GENERAL LOTT

 

Propaganda eleitoral do marechal Henrique Lott, um dos candidatos a presidente em 1960. O militar ficou com 32,93% dos votos, perdendo a eleição para Jânio Quadros. [Saiba mais]

 

CONTEÚDO DA SEMANA:  FOTOS DOS “THE BEATLES” EM 1957, AOS 16 ANOS!

 

“The Beatles” em 1957. George Harrison com 14 anos, John Lennon com 16, e Paul McCartney com 15. Na verdade, o grupo ainda se chamava nesta época “The Quarrymen”, primeiro nome da banda que viria em 1959/1960 se chamar The Beatles. [Leia mais]

 

Visite Cafe Historia em: http://cafehistoria.ning.com/?xg_source=msg_mes_network

 

Image

 

Image

 

O XXVII Simpósio Nacional de História será realizado no período de 22 a 26 de julho de 2013 na cidade do Natal, nas dependências da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. O tema que nos norteia nesse evento será “Conhecimento histórico e diálogo social”. Com a abertura das inscrições para a apresentação de propostas de Simpósios Temáticos e Minicursos iniciamos as atividades deste que é o mais importante evento da área de História realizado no país e que a ANPUH Brasil tem como o ápice das atividades de cada gestão a cada dois anos.

É nossa intenção envidar todos os esforços para que os quase 700 cursos de História que existem no Brasil estejam representados em Natal, bem como os professores de História da Educação Básica e profissionais que atuam em áreas correlatas como museus e arquivos. Conclamamos os sócios para divulgarem o evento e apresentarem suas propostas de Simpósios Temáticos e Minicursos que qualificarão ainda mais nosso conclave e solicitamos especial atenção para o cumprimento dos prazos que foram estabelecidos e que estão disponíveis no site do evento.

Cronograma

Até 02/12/12: Período de inscrições de propostas de simpósios temáticos e minicursos

De 03/12/12 a 16/12/12: Avaliação das propostas

A partir de 17/12/12: Divulgação dos resultados

De 01/01/2013 a 31/03/2013: Inscrições de trabalhos para os simpósios temáticos

De 01/04/13 a 30/04/13: Consolidação das inscrições nos simpósios temáticos

Até 30/04/13: Envio pelas secções regionais dos projetos diferenciados dos professores

A partir de 01/05/13: Envio das cartas de aceite

Até 22/07/13: Inscrições para assistência nos minicursos

Acessem o site do Simpósio: www.snh2013.anpuh.org

Image

 

CICLO DE EVENTOS: HISTORIADOR – PERFIS PROFISSIONAIS

Data: 6 e 7 de dezembro

Local: Arquivo Público do Estado de São Paulo

O “Ciclo de Eventos: Historiador – Perfis Profissionais” é uma promoção da ANPUH-Brasil que propõe a discussão sobre o perfil profissional do historiador atuante em diversos espaços para além do ensino e da pesquisa acadêmica strictu sensu. Nesta primeira edição, priorizemos o âmbito dos arquivos.

“O perfil profissional dos historiadores atuantes em Arquivos” ocorrerá nos dias 6 e 7 de dezembro, no Arquivo Público do Estado de São Paulo. Contará, no primeiro dia, com uma mesa de abertura seguida de debate sobre o tema geral do evento. No dia seguinte, cinco grupos de trabalho discutirão aspectos específicos da questão:

• A formação do historiador para atuar em arquivos

• Os historiadores e a difusão cultural em arquivos

• Os historiadores e a gestão documental

• A pesquisa feita por historiadores que trabalham em arquivos

• Os historiadores e o atendimento aos consulentes

A ANPUH-Brasil partirá dessa discussão para elaborar um documento sobre o perfil profissional dos historiadores atuantes em arquivos que servirá de base à política da entidade nesta área.

Cabe salientar que a dinâmica do evento não inclui a apresentação de trabalhos, mas sim o debate e a elaboração coletiva de uma reflexão sobre tal perfil profissional. A inscrição prévia é necessária para que os organizadores e os coordenadores de GTs possam conhecer melhor a audiência e para que, posteriormente, seja possível constituir uma efetiva rede articuladora dos historiadores atuantes em arquivos.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas acessando o site da ANPUH-Brasil (www.anpuh.org/perfisprofissionais/) ou do Arquivo Público do Estado de São Paulo (www.arquivoestado.sp.gov.br) a partir do dia 8 de outubro.

 

Anúncios

Sobre boletimdehistoriaricardo

Este Boletim é voltado, principal mas não exclusivamente, para historiadores e estudantes. Seu propósito é fornecer informações, notícias, links. Contribuições são bem-vindas. As opiniões exaradas em artigos assinados não são, necessariamente, as do editor. Mas o espaço é plural.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s