Numero 327

Image

 

Começamos hoje com uma notícia que me chegou esta semana, pode até ser antiga, mas eu desconhecia. No entanto, o tema central continua a ser, no plano internacional a crise européia; no plano nacional, as águas do cachoeira. Vejam ai…

 Image

ARTIGOS COMPLETOS

Estátuas da ilha de Páscoa não são apenas cabeçasImage!

Recebi pelo Guilherme Souto e busquei os blogs que já publicaram a notícia, de onde retirei as duas fotos que estão abaixo.

As famosas cabeças dos Moais que deixam os visitantes da ilha de Páscoa abismados, na verdade não são apenas cabeças. Elas tem um corpo inteiro, que está soterrado, como mostra uma das fotos.Image

E há inscrições no “corpo” da estátua, que estão sendo estudadas.

Inicialmente chegou-se à hipótese de que maremotos (ou tsunamis?) teriam levado uma quantidade enorme de detritos que soterraram as estátuas, deixando apenas as cabeças visíveis. Mas isso ainda precisa ser confirmado.

Mais fotografias podem ser vistas aqui:

  http://brodeschi.wordpress.com/2012/01/30/as-estatuas-de-rapa-nui-tem-corpo/  

 http://www.publicitario13.com.br/2012/02/as-incriveis-estatuas-da-ilha-de-pascoa.html

Só dispensem a leitura dos comentários… tem cada maluquice!

 

Tem algo errado na Alemanha…

Segundo as pesquisas cerca de 60% dos eleitores alemães se mostram satisfeitos com a liderança “austera” de Angela Merkel na Europa. Ela é apontada como a política mais popular da Alemanha nos últimos tempos. Entretanto, no domingo passado seu partido, a União Democrata Cristã, amargou mais uma pesada derrota em eleição regional no estado de Schlewig-Holstein. Neste domingo, nova derrota em Nordrhein-Westfalen, o mais populoso e urbanizado da Alemanha. Enquanto isso, a Der Spiegel destaca na manchete: “Por que a Grécia deve abandonar o euro”. O artigo é de Flávio Aguiar, direto de Berlim.

Flávio Aguiar – Berlim (WWW.cartamaior.com.br)

Que me desculpem os puristas, mas a expressão popular do título descreve melhor a situação do que o castiço “há algo…”.

Porque tem algo muito errado por aqui. Algo fora do lugar. Algo que não está batendo.

Vejam só: segundo as pesquisas (e até agora não há motivos para desconfiar delas), uma grande maioria (60% pelo menos) dos eleitores alemães se mostram satisfeitos com a liderança “austera” de Angela Merkel na Europa. Ela é apontada como a política mais popular da Alemanha nos últimos tempos.

Entretanto, no domingo passado seu partido, a União Democrata Cristã amargou mais uma pesada derrota em eleição regional, a segunda em uma semana. No dia 6, enquanto François Hollande era eleito na França e a eleição grega desenhava o impasse no país e de novo na zona do euro, o partido de Merkel perdeu o estado de Schlewig-Holstein, o situado mais ao norte, na fronteira com a Dinamarca. Este é um estado predominantemente rural, e há muito tempo era governado pela CDU de Merkel.

Agora, no dia 13, foi a vez do diametralmente oposto Nordrhein-Westfalen, o mais populoso e urbanizado da Alemanha. São 18 milhões de habitantes. É uma região tradicionalmente industrializada, sede-matriz das indústrias Krupp. Ela abriga a 4ª. maior conurbação da Europa, a do chamado “Ruhrgebiet”, depois das de Londres, Paris e Moscou. Com mais de sete milhões de habitantes, ela abriga cidades como Bochum, Duisburg, Mülheim, Dortmund, Hagen, Essen, entre outras. É a única grande conurbação européia que não tem uma capital como centro. Aliás, não tem centro, propriamente. Fazem parte do estado cidades como Düsseldorf e Wuppertal (terra natal de Engels). Foi uma das únicas regiões onde, durante anos, os trabalhadores enfrentaram, armados, os Freikorps, berço das organizações nazistas SA e SS, e até o exército alemão.

Pois agora aparece no noticiário: essa região está em processo de grave desindustrialização, com desemprego em alta. Faltam investimentos públicos em várias áreas, inclusive na área cultural, considerada estratégica: Bochum, recentemente, foi uma das capitais culturais da Europa. Claro que isso se refletiu na votação de domingo. A CDU afundou, com 26,3% dos votos, seu pior resultado desde 1949. O SPD, com 39,1% e o Partido Verde, com 11,3%, devem formar o novo governo. Pergunta-se: onde está o “milagre alemão”? No estado, aparece apenas, parece, a face feia desse “milagre”, distribuído no país de maneira dramaticamente desigual.

Mas há mais: o FDP, partido do liberalismo econômico, que parecia condenado a desaparecer nas próprias cinzas, renasce delas: obteve inesperados 8,6% dos votos, aparentemente, segundo vários comentaristas, subtraídos em boa parte da própria aliada CDU. O que está havendo? Ainda não se sabe, esta é a verdade.

Do outro lado do espectro ideológico, também há mudanças importantes. A Linke, também pela segunda vez, foi expelida de um parlamento por não atingir a cláusula de barreira. Ficou com apenas 2,5% dos votos (a cláusula exige 5%). Em compensação, pela quarta vez o surpreendente Partido Pirata conseguiu eleger parlamentares para uma câmara onde tinha zero: ficou com 7,8% dos votos e 20 cadeiras. Aparentemente (de novo essa palavra é necessária) os piratas, que já roubaram votos dos verdes, estão agora roubando votos da Linke.

O que isso significa? Ninguém sabe ainda. Porque, na verdade, ninguém sabe o que fazer com os piratas. Às vezes nem eles mesmos. Há algumas semanas um dos candidatos a líder do PP deu uma declaração escapachante: disse que o crescimento rápido do seu partido só tinha paralelo no do Partido Nazista nas décadas de 20 e 30. O Partido quase explodiu, e o candidato a líder teve de recolher as velas e ir remar em outra maresia.

Por seu turno, diante de movimentos grevistas dos metalúrgicos (IG Metall), que exigem 6,5% de reajuste salarial contra 3% , subdividos em 14 meses, que os patrões oferecem, pela primeira vez o Ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble, admitiu publicamente que talvez se deva rever a política de congelamento salarial (na prática) que foi um dos pilares desse propalado “milagre alemão”. O índice reivindicado pelos metalúrgicos equivaleria a aumento real de 3% nos atuais salários, diante de uma inflação avaliada entre 2 e 2,7%, por diferentes fontes. Schäuble reconheceu que um reajuste de salários poderia incentivar o consumo (que reportagem do Financial Times chamou de “anêmico”) no país, favorecendo uma recuperação econômica da Europa como um todo.

É com essa Alemanha algo confusa e de números e cifras discrepantes, mas solidamente ancorada no seu sistema bancário e financeiro, a tal ponto que não se sabe quem é dono de quem, que Angela Merkel vai se reunir com François Hollande na 4ª. Feira, depois da posse deste, no Champs Elysées, na 3ª.

Hollande vem duplamente embalado: pela vitória do dia 6 e por pesquisas que dão 46% dos votos para a esquerda (Socialistas e a Frente de Esquerda que apoiou Mélénchon).

Merkel não vai embalada, mas embrulhada por essa sala da de números colidentes.

Enquanto isso, a partir de Atenas e do impasse político grego, a zona do Euro entra de novo em frenesi. A manchete da revista Der Spiegel dessa semana diz: “Akropolis, adieu! Warum Griechenland jetzt den Euro verlassen muss” (Por que a Grécia agora deve abandonar o euro)”.

Sinal dos tempos. E da confusão.

 

 VALE A PENA LER

 

Leia no WWW.outraspalavras.net:

A volta (e os novos desafios) dos indignados
No dia em que movimento regressa às ruas na Espanha (na foto, Madri) e de muitas cidades pelo mundo, texto de Manuel Castells debate sua importância, perigos e perspectivas

Uma nova chance para a Grécia?
Integrante da Syriza, coalizão esquerda-autônomos cada vez mais popular, narra vida num país submetido à “Troika” e vislumbra possível virada. Entrevista a Alex Nunns, do Red Pepper

 

Crise arrasta Europa para a incerteza
O cientista político, economista e ex-deputado ecologista Alain Lipietz resume o momento pelo qual atravessa a Europa com duas palavras: “a catástrofe liberal”. As bolsas europeias voltaram a fechar com índices negativos, enquanto a Espanha, arrastada pelo redemoinho da especulação e dos cortes, acusa a Grécia de ser a responsável pela situação. A União Europeia considera cada vez mais a possibilidade de a Grécia abandonar a moeda única. O artigo é de Eduardo Febbro, direto de Paris.

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20145&boletim_id=1190&componente_id=19102

 

O vento mudou
A política europeia virou? Não. Mas só o sectarismo mais cego se recusará a reconhecer que as condições do combate político em escala europeia e em escala nacional mudaram no domingo passado. Há uma inequívoca derrotada nas eleições francesas e gregas: a troika e a sua receita estúpida e incompetente para a Europa. O campo dos talibãs da austeridade ficou fragilizado. Pode estar em germinação uma Europa nova. As escolhas que agora fizermos decidirão o sentido e a densidade dessa novidade. O artigo é de José Manuel Pureza.
http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20147&boletim_id=1190&componente_id=19103

 

O Brasil e a escravidão mercantil: nossa dívida com a África
Após a promulgação da lei de 1831, que proibia o tráfico de africanos para o Brasil e a escravização de africanos após esta data, o Brasil permitiu a continuidade do tráfico por navios negreiros portando bandeira brasileira e o desembarque e escravização de 760 mil africanos, e assegurou a impunidade de traficantes e senhores de escravos durante décadas, que continuaram a subjugar ilegalmente gerações de escravos até 1888. Esta impunidade fundadora das elites imperiais tem reflexos na estrutura social e em formas de dominação política que prevalecem até hoje. O artigo é de Luiz Carlos Fabbri e Matilde Ribeiro.

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20138&boletim_id=1189&componente_id=19080

 

Os encontros entre Policarpo, da Veja, e os homens de Cachoeira
Levantamento feito a partir de documentos da Operação Monte Carlo indicam que o editor da revista Veja esteve, pelo menos, 10 vezes com o contraventor Cachoeira e membros de sua organização. Em geral, os temas dessas conversas acabaram se transformando em matérias da revista. Operação no Hotel Nahoum, que envolveu tentativa de invasão do quarto de José Dirceu, também foi tema dessas conversas. A reportagem é de Vinicius Mansur.
http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20125&boletim_id=1188&componente_id=19068

 

Delta pediu entrada na Folha à Cachoeira: “Igual cê fez com a gente na Veja”
Os registros da Operação Monte Carlo apontam que o diretor da Delta, Cláudio Abreu, queria utilizar a experiência do bicheiro Cachoeira com a mídia para abafar uma investigação do jornal Folha de São Paulo sobre a construtora. Em ligações realizadas no dia 24 de agosto de 2011, Claudio cobrar informações do bicheiro. “Cê não tem nenhum caminho pra gente entrar dentro da Folha pra fazer uma interface dentro lá na Folha não, cara?” E completou: “Igual cê fez com a gente na Veja”.
http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20122&boletim_id=1187&componente_id=19040

 

François Hollande assumirá presidência na França sob fogo cerrado
Eleito no domingo passado, Hollande sequer assumiu a presidência – será no dia 15 deste mês – e a ofensiva liberal começou com um pesado bombardeio vindo de várias frentes. A crise grega sacode a Europa, a Alemanha busca deter Paris em suas tentativas de introduzir uma dose de crescimento na estratégia de austeridade ditada por Berlim e vários setores da indústria francesa preparam demissões massivas. O artigo é de Eduardo Febbro.

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=20127&boletim_id=1188&componente_id=19076

 

ABDIAS DO NASCIMENTO – Um ano na Eternidade

AMAURI MENDES PEREIRA

Homenagem após um ano de seu falecimento, o texto aborda a trajetória de Abdias do Nascimento através da visão de um jovem militante, nos anos 70 e 80, encantado e afrontado por sua personalidade, capacidade de articulação e realização. Procura, então, evidenciar a importância fundamental de Abdias para o amadurecimento de uma nova geração de militantes, e para o avanço mais eficaz e consistente da luta contra o racismo no Brasil… LEIA NA ÍNTEGRA: http://espacoacademico.wordpress.com/2012/05/12/abdias-do-nascimento-um-ano-na-eternidade/

 

O significado da obra de Karl Marx

ANTONIO OZAÍ DA SILVA

Em Marx, há uma unidade entre teoria e prática que se transforma em práxis transformadora do mundo. Como ele escreveu: “Os filósofos limitaram a interpretar o mundo de distintos modos, cabe transformá-lo.” Marx foi um filósofo, historiador, economista, sociólogo e, sobretudo, cientista. Mas sua relevância não se resume à teoria: ele foi um homem de ação, envolvido nos dilemas sociais e políticos de sua época e, o que é raro em nossos dias, assumindo o ônus de tomar uma posição. Para Marx, a ciência não é neutra. Mas nem por isso perde o rigor científico… LEIA NA ÍNTEGRA: http://antoniozai.wordpress.com/2012/05/12/o-significado-da-obra-de-karl-marx-2/

 

Leia no WWW.nethistoria.com.br

Image

 

Comissão da Verdade investiga um silêncio histórico

A reconstrução de jardins e fontes antigas demonstra a beleza da Roma Antiga

Dr. Benvindo Martinez-Navarro explica a hipótese de extinção dos Neandertais

 

INFORMAÇÕES

Vem aí a Bienal do Livro de Minas Gerais.

Veja as informações no site: www.bienaldolivrominas.com.br

****************

 Image

*******************

Lançamento – Exército e Nação: Estudos sobre a história do Exército Brasileiro, de Celso Castro

 

 

Com uma perspectiva interdisciplinar, este livro examina os vínculos entre o Exército brasileiro e a idéia de Nação durante o período republicano, iluminando aspectos pouco conhecidos da história dessa instituição militar.

Exército e Nação: Estudos sobre a história do Exército Brasileiro, de Celso Castro
Data: 23 de maio de 2012, quarta-feira, às 19h
Local: Blooks Livraria
Praia de Botafogo 316, Rio de Janeiro

 

 

Palestra – A grande aliança: um projeto político-pedagógico fracassado

 

 

O Laboratório de Estudos Político (LEP) e o Laboratório de Pensamento Social (LAPES) do CPDOC convidam para a palestra da professora Angela de Castro Gomes, intitulada “A grande aliança: um projeto político-pedagógico fracassado”. Na ocasião, a professora Angela apresentará os resultados de sua recente pesquisa de pós-doutorado realizada em Portugal.

Data: 31 de maio de 2012, quinta-feira, às 16h
Local: Fundação Getulio Vargas, auditório 1027, 10º andar
Praia de Botafogo 190, Rio de Janeiro

 

CAFÉ HISTORIA

ENTREVISTA CAFÉ HISTÓRIA: LEILA ALGRANTI  (UNICAMP)

Em entrevista exclusiva ao Café História, a historiadora
 Leila Mezan Algranti, professora livre docente da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), faz uma ampla e interessantíssima leitura da sociedade brasileira colonial. Em pauta, o lugar social de mulher, a alimentação durante o período e algumas questões que desafiam o historiadores da área.



Leia esta esta entrevista em: http://cafehistoria.ning.com/page/arquivo-conversa-cappuccino-leila-mezan-algranti

SUPER TRUNFO: NOVO EMBATE É ENTRE ALENCASTRO E MELLO E SOUZA

Isso mesmo. Na seção “Super Trunfo”, você pode votar toda semana no clássico da historiografia que é mais importante para você. Nesta primeira rodada, “O Trato dos Viventes”, de Luiz Felipe de Alencastro, e “O Diabo e a Terra de Santa Cruz”, de Laura de Mello e Souza. Aproveite para ver também quem venceu o último embate: Le Goff ou Ginzburg!

Vote neste novo Super Trunfo: http://cafehistoria.ning.com/page/super-trunfo-alencastro-versus-mello-e-souza

CAFÉ EXPRESSO NOTÍCIAS: SOFTWARE AJUDA HISTORIADORES DA ARTE

Um grupo de pesquisadores de História da Arte da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, está utilizando o mesmo software capaz de reconhecer terroristas em meio a multidões para identificar pessoas famosas e anônimas retratadas nas pinturas antigas.



Confira esta notícia em:
 http://cafehistoria.ning.com [Página Principal]

ENQUETE HISTÓRIA: COMISSÃO DA VERDADE

Governo Federal divulga composição da “Comissão da Verdade” e a pergunta de nossa nova enquete é: você ficou satisfeito com os participantes?


Revele sua opinião votando: http://cafehistoria.ning.com [Página Principal]

CINE HISTÓRIA: UMA LONGA VIAGEM

Acaba de chegar aos cinemas o novo filme de Lucia Murat, “Uma Longa Viagem”, que conta com Caio Blat no papel principal.



Leia mais sobre o evento:
 http://cafehistoria.ning.com [Página Principal]

GRUPOS EM DESTAQUE: HISTÓRIA DA UNIÃO SOVIÉTICA

A participante Natasha Petrov criou o grupo de estudos “História da União Soviética (URSS).



Participe deste Grupo de Estudos: http://cafehistoria.ning.com/group/historia-da-uniao-sovietica

Visite Cafe Historia em: http://cafehistoria.ning.com/?xg_source=msg_mes_network

 

 INFORMATIVO ANPUH

Concursos, editais e processos seletivos:

PROFESSOR EFETIVO DE HISTÓRIA
Instituição: Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)
Inscrições: até 18/05/2012
Mais informações

PROFESSOR ADJUNTO DE HISTÓRIA/HISTÓRIA DA AMÉRICA
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
Inscrições: até 20/05/2012
Mais informações

EDITAL PARA CURSO DE MESTRADO EM ARQUEOLOGIA
Instituição: Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Inscrições: até 23/05/2012
Mais informações

MESTRADO EM HISTÓRIA
Instituição: Universidade Federal de Sergipe (UFS)
Inscrições: até 25/05/2012
Mais informações

BOLSAS DE PESQUISA
Instituição: Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
Inscrições: até 25/05/2012
Mais informações

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO INTERUNIDADES EM MUSEOLOGIA
Instituição: Museu de Arte Contemporânea, o Museu de Arqueologia e Etnologia, o Museu Paulista e o Museu de Zoologia (USP)
Inscrições: até 30/05/2012
Mais informações

CONCURSO PARA PROFESSOR EM HISTÓRIA DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS
Instituição: Universidade de São Paulo (USP)
Inscrições: até 18/06/2012
Mais informações

 

Eventos:

I SEMINÁRIO DAS LICENCIATURAS DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DA UFMT (novo)
Data: 21 a 24 de maio de 2012
Local: Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)
Mais informações

2° COLÓQUIO DE HISTÓRIA ARTE: HISTÓRIA, ARTE E RELIGIOSIDADE NOS CAMINHOS DA EDUCAÇÃO
Data: 21 a 25 de maio de 2012
Local: Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
Mais informações

I ENCONTRO DE PESQUISA EM HISTÓRIA DA UFMG
Data: 23 a 25 de maio de 2012
Local: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Mais informações

XIV ENCONTRO SERGIPANO DE HISTÓRIA: A HISTORIOGRAFIA DE IBARÊ DANTAS (novo)
Data: 28 a 31 de maio de 2012
Local: Universidade Federal do Sergipe (UFS)
Mais informações

SIMPÓSIO CENTENÁRIO CONTESTADO: 1912 – 2012
Local/Data: Universidade Federal de Santa Catarina (29 de maio a 1° de junho de 2012), na Universidade Federal de Pelotas (29 a 31 de agosto de 2012) e em Chapecó, na Universidade Federal da Fronteira Sul (de 18 a 22 de outubro de 2012)
Mais informações

XIII SIMPÓSIO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA DAS RELIGIÕES: RELIGIÃO, CARISMA E PODER: AS FORMAS DA VIDA RELIGIOSA NO BRASIL
Data: 29 de maio a 01 de junho de 2012
Local: Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
Mais informações

XVIII JORNADA DE ENSINO DE HISTÓRIA E EDUCAÇÃO ANPUH-RS
Data: 04 a 06 de junho de 2012
Local: Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)
Mais informações

II CIAEE – CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ARQUEOLOGIA, ETNOLOGIA E ETNO-HISTÓRIA: SOCIEDADES TRADICIONAIS E PATRIMÔNIO CULTURAL EM IBEROAMÉRICA (novo)
Data: 05 a 08 de junho de 2012
Local: Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
Mais informações

IX JORNADA SETECENTISTA (novo)
Data: 12 a 15 de junho de 2012
Local: Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Mais informações

X ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH GOIÁS – “DIDÁTICA DA HISTÓRIA: PESQUISAR, EXPLICAR, ENSINAR”
Data: 18 a 21 de junho de 2012
Local: Universidade Federal de Goiás (UFG)
Mais informações

VI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA CULTURAL: ESCRITAS DA HISTÓRIA: VER – SENTIR – NARRAR
Data: 24 a 28 de junho de 2012
Local: Universidade Federal do Piaui (UFPI)
Mais informações

XI ENCONTRO CEARENSE DE HISTORIADORES DA EDUCAÇÃO (novo)
Data: 28 a 30 de junho de 2012
Local: Universidade Federal do Ceará (UFC)
Mais informações

XI ENCONTRO NACIONAL DE HISTÓRIA ORAL: MEMÓRIA, DEMOCRACIA E JUSTIÇA
Data: 10 a 13 de julho de 2012
Local: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Mais informações

IX CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: RITUAIS, ESPAÇOS E PATRIMÔNIOS ESCOLARES
Data: 12 a 15 de julho de 2012
Local: Universidade de Lisboa (UL)
Mais informações

XV ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH PARAÍBA – HISTÓRIA E SOCIEDADE: SABERES EM DIÁLOGO
Data: 23 a 26 de julho de 2012
Local: Universidade Federal de Campina Grande – Campus de Cajazeiras (UFCG/Cajazeiras)
Mais informações

IX ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH PERNAMBUCO – HISTÓRIA E DIVERSIDADE: NOVAS NARRATIVAS, SUJEITOS E ESPAÇOS
Data: 23 a 27 de julho de 2012
Local: Universidade Federal de Pernambuco – Campus Caruaru (UFPE/Caruaru)
Mais informações

XI ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH RIO GRANDE DO SUL: HISTÓRIA , MEMÓRIA E PATRIMÔNIO
Data: 23 a 27 de julho de 2012
Local: Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
Mais informações

XV ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA DA ANPUH RIO DE JANEIRO – OFÍCIO DO HISTORIADOR: ENSINO E PESQUISA
Data: 23 a 27 de julho de 2012
Local: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FFP/UERJ)
Mais informações

XVIII ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA DA ANPUH MINAS GERAIS: DIMENSÕES DO PODER NA HISTÓRIA
Data: 24 a 27 de julho de 2012
Local: Universidade Federal de Ouro Preto – Campus Mariana (UFOP/Mariana)
Mais informações

III ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH SERGIPE – HISTÓRIA, MEMÓRIA E COMEMORAÇÕES NA CASA DE SERGIPE: 100 ANOS DO IHGSE
Data: 06 a 10 de agosto de 2012
Local: Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe Rua Itabaianinha, 41, Centro. Aracaju/SE (IHGSE)
Mais informações

VI ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH BAHIA: POVOS INDÍGENAS, AFRICANIDADES E DIVERSIDADE CULTURAL – PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO E ENSINO
Data: 13 a 16 de agosto de 2012
Local: Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC/Ilhéus)
Mais informações

XIV ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH SANTA CATARINA: TEMPO, MEMÓRIAS E EXPECTATIVAS
Data: 19 a 22 de agosto de 2012
Local: Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Mais informações

V ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH MARANHÃO – EM TEMPOS DE 400 ANOS: COMEMORAÇÕES, ESQUECIMENTOS E CONTRADIÇÕES
Data: 21 a 24 de agosto de 2012
Local: Universidade Estadual do Maranhão (UEMA-Centro)
Mais informações

III CONGRESSO INTERNACIONAL DO NÚCLEO DE ESTUDOS DAS AMÉRICAS
Data: 27 a 31 de agosto de 2012
Local: Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ – Maracanã)
Mais informações

XV SEMINÁRIO SOBRE A ECONOMIA MINEIRA: ECONOMIA, HISTÓRIA, DEMOGRAFIA E POLÍTICAS PÚBLICAS
Data: 28 de agosto a 01 de setembro de 2012
Local: Acesse o site
Mais informações

XXI ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA DA ANPUH SÃO PAULO: TRABALHO, CULTURA E MEMÓRIA
Data: 03 a 06 de setembro de 2012
Local: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Mais informações

2° SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA AMBIENTAL E MIGRAÇÕES (novo)
Data: 17 a 19 de setembro de 2012
Local: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Mais informações

COLÓQUIO INTERNACIONAL: ROUSSEAU 300 ANOS – “EU SOU OUTRO” (novo)
Data: 17 a 21 de setembro de 2012
Local: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Mais informações

III CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA: HISTORIA E DIVERSIDADE CULTURAL (novo)
Data: 25 a 27 de setembro de 2012
Local: Universidade Federal de Goiás – Campus Jataí (UFG/Jataí)
Mais informações

I ENCONTRO INTERNACIONAL FRONTEIRAS E IDENTIDADES (novo)
Data: 25 a 28 de setembro de 2012
Local: Universidade Federal de Pelotas (UFP)
Mais informações

XI ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ANPUH MATO GROSSO DO SUL – HISTÓRIA E DIVERSIDADE: ENSINO E PESQUISA NAS FRONTEIRAS
Data: 01 a 05 de outubro de 2012
Local: Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)
Mais informações

XIII ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA DA ANPUH PARANÁ – A ESCRITA DA HISTÓRIA
Data: 12 a 15 de outubro de 2012
Local: Universidade Estadual de Londrina (UEL)
Mais informações

VI JORNADAS DE HISTÓRIA DO TRABALHO e II SEMINÁRIO INTERNACIONAL MUNDOS DO TRABALHO
Data: 27 a 30 de novembro de 2012
Local: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getulio Vargas (CPDOC/FGV)
Mais informações

Anúncios

Sobre boletimdehistoriaricardo

Este Boletim é voltado, principal mas não exclusivamente, para historiadores e estudantes. Seu propósito é fornecer informações, notícias, links. Contribuições são bem-vindas. As opiniões exaradas em artigos assinados não são, necessariamente, as do editor. Mas o espaço é plural.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s